• MAU CAMINHO Data da Postagem: 24 jan 2012 | Autor: Ataíde | Comentários: 11 Comentários
  • Print Friendly

    Está escrito em II Pd 2, 1 Assim como houve entre o povo falsos profetas, assim também haverá entre vós falsos doutores que introduzirão disfarçadamente seitas perniciosas. Eles, renegando assim o Senhor que os resgatou, atrairão sobre si uma ruína repentina. 2 Muitos os seguirão nas suas desordens e serão deste modo a causa de o caminho da verdade ser caluniado.

    Nesta noite que passou mal consegui dormir. Um pensamento me instigava a mente, voltava e batia incessante, porque muito sério e me fez meditar por horas seguidas. É que ba semana que passou surgiu a notícia rompante de que o Santo Padre acabava de “aprovar” o tal de neocatecumenato, e isso me deu um choque, porque segundo a informação que nós temos aqui, esta verdadeira seita perniciosa visa na realidade à dessacralização da Igreja. Tudo o que sei é que este caminho é mau é que não teve como não terá nunca a verdadeira e livre aprovação da Igreja e está definitivamente condenado pelo Céu. E isso é muito fácil de comprovar.

    Vejam que a Santa Igreja Católica Apostólica Romana tem um Papa, tem um Catecismo único, tem um Rito Universal, tem um Missal único, tem orações litúrgicas para diversas ocasiões e estes são preciosos fatores de UNIDADE. A Igreja não precisa de nada novo, nada moderno, nada mais atual. A Igreja já tem tudo o que precisa para salvar almas. Ou seja: qualquer movimento dentro da Igreja, que DIVIRJA destes caminhos únicos, destas orientações centralizadas e perfeitas, está definitivamente fora da Igreja, e, portanto, fora das disposições do Céu. E ainda que tenha uma centena de cardeais, bispos ou padres apoiando, e ainda que tenha estendido seus tentáculos pelo mundo, não importa: eles estão fora de Pedro e fora da rocha de Jesus.

    Percebam o que acontece em nosso Movimento Salvai Almas, como simples exemplo. Nós procuramos caminhar fielmente com a Igreja, com o Papa, seguimos a ele de forma intransigente e inarredável e aos seus documentos e seu Catecismo. Nossas orações tradicionais são o Rosário, que é aprovado pela Igreja e sem dúvida esta oração mais indulgenciada. As 15 Orações de Santa Brígida foram aprovadas pelo Papa Pio IX. O Ofício da Imaculada foi aprovado pelo Papa Inocêncio XI. Temos grande devoção à Maria, e quem está com ela jamais se desvia! Nossos cantos, na maior parte, são conhecidos da Igreja e já em uso tradicionalmente. Não exigimos rito especial ou diferente na Santa Missa nem mudamos nada daquilo que cada padre em sua paróquia determina. Sempre em humildade e submissão!

    Temos ainda que nosso Movimento não é fundado por nenhum homem, mas pelo Céu. Temos a direção de Nossa Senhora e de Jesus, que em tudo nos ensinam. Rezamos pela Igreja padecente, coisa que a Igreja sempre fez, e temos zelo especial pelos sacerdotes, pelos quais rezamos dia a noite, coisa hoje mais do que necessária. Nada, portanto, fazemos de errado e em nada divergimos do que a Igreja verdadeira também orienta. A Comunhão nós recebemos conforme a prática em cada diocese, e sempre temos ao nosso lado sacerdotes fiéis a Pedro que nos acompanham. E o Sacramento da Confissão nós o recebemos através da confissão auricular a um sacerdote, como deve ser. Tudo aqui é aberto a todos os que desejam participar, em humildade, em unidade, em amor e joelho no chão! Nossa missão é rezar, não criar missas novas, nem ritos diferentes,  nem mudanças nos Santos Sacramentos.

    Mas não é nada disso que acontece como este mau caminho neocatecumenal. Desde muito tempo que eles não seguem ao Papa e sim a este tal de Kiko. Eles não têm sequer a orientação celeste, conforme tantos movimentos da Igreja suscitados pelo Céu. Têm, portanto um fundador homem, e neste caso não se trata de movimento, mas de seita perniciosa, infiltrada na Igreja. Não importa que tenha muitos cardeais apoiando, e estando eles em Roma, dá para desconfiar imediatamente da raiz podre, porque nem tudo que vem de lá vem do Papa. Vimos nos últimos meses como Papa tem sido atado, amordaçado, e colocam na boca dele coisas que não disse. Exemplos disso foram a questão da moeda única, e do falso ecumenismo de Assis, entre outras, sobre os quais já escrevemos. Eles tentam, de todas as formas, fazer com que o Papa caia em contradição, e pelo visto, foram longe demais desta vez. Eles mentiram!

    Por isso, percebi que tão logo saiu esta péssima notícia da tal “aprovação” imediatamente começaram a sair os comentários espantados, vindos de muitos lugares. Do Japão veio a notícia de que os bispos de lá baniram o neocatecumenato, em todo o território, por cinco anos. Como é que o Santo Padre iria aprovar uma coisa destas, sabendo daquela disposição dos bispos japoneses? Seria naturalmente uma aprovação cismática já na raiz. Isso, por si só, mostra que é mentirosa a alegação de que Sua Santidade o Papa aprovou este mal, até porque não precisa ser inteligente nem sábio para destruir com poucas palavras tudo o que aleguem em seu favor.

    Tudo dentro da Igreja Católica é aberto a todos, e DEVE SER sempre assim. Se você quiser fazer um curso de diácono e levar no colo seu filho de dois aninhos, ou cinco, ou dez, em síntese não tem problema algum. Eles aprenderão certas coisas, mas como não preenchem o requisito de idade, não serão ordenados diáconos, apenas o pai. Da mesma forma, a instrução que forma um sacerdote, pode ser dada a uma mulher, mas ela nunca será ordenada porque esta é cláusula pétrea da Igreja, entretanto ela aprenderá muitas coisas boas – nem sempre e nem em todas as escolas – porque a Igreja é aberta a todos. Sua São Doutrina idem! E assim sua Bíblia e seus documentos!

    Ora, esta árvore espinhosa, ao invés de ser aberta a todos é fechada, e atende apenas a “iniciados”, ou que a faz muito próxima de uma sociedade secreta. E tudo que é feito às ocultas em nome da Igreja de Pedro, não vem dele e, portanto não presta. Não tem o aval do Céu, porque somente Pedro pode ligar! Além disso, eles não seguem o Catecismo da Igreja Católica, mas sim certas apostilas, que somente circulam nas mãos de iniciados, e isso é vedado na Igreja, os afasta da unidade sob Pedro, porque quem tem catecismo próprio é seita, e está é uma das piores. Sim, porque pretende ser Igreja mais do que a própria. Eles seguem então a falsa igreja de Kiko e Carmen, não a de Jesus Cristo. Eles não caminham com Pedro, nem sob Pedro, e buscam assim, ardilosamente, oficiliazir a abominação deles como fosse de Pedro, e a ela nos obrigar a todos!

    Tempos atrás o Santo Padre deu dois anos para que esta seita alterasse certos aspectos da “Eucaristia” em especial a consagração e distribuição de pão comum e farelento, simbolizando ceia e partilha. Na Igreja Católica de Pedro, todos os sacerdotes devem utilizar as pequenas hóstias, que evitam farelos e cumprem a finalidade com perfeição. Mas, contrariamente do que foi pedido, as informações que temos é de que eles continuam da mesma forma, sem darem ouvidos ao que a Igreja exige. Ademais, eles dispõem o altar em forma de mesa de ceia, com certos pratos e outros utensílios não sagrados, nem aprovados, de modo a mais uma vez afrontarem a Igreja. Como é que o Papa iria aprovar um grupo que não lhe obedece?

    Assim, são estes que se preparam e já cometem a abominação predita por Daniel, transformando a Santa Missa em ceia, em banquete de confraternização, contrariando frontalmente ao que está disposto na Instrução Redemptionis Sacramentum [77]: A celebração da santa Missa, de nenhum modo, pode ser inserida como parte integrante de uma ceia comum, nem se unir com qualquer tipo de banqueteNão se celebre a Missa, a não ser por grave necessidade, sobre uma mesa de refeição, ou num refeitório, ou num lugar que será utilizado para uma festanem em qualquer sala onde haja alimentos, nem os participantes na Missa se sentem à mesa, durante a celebração.

    Outro elemento que simplesmente demole com todas as pretensões destes falsos catecúmenos diz respeito às tais confissões públicas, um degradante patíbulo onde as pessoas são obrigadas a publicamente declararem suas faltas, como fosse a comunidade quem perdoasse, não o sacerdote, em nome de Jesus. Isso tem sido causa de dissensão porque expõe a vida íntima das pessoas, até dos casais, e, portanto fere o princípio inarredável do segredo do confessionário. A Confissão, como a Igreja de Pedro estabelece, deve ser secreta, auricular, e feita apenas entre o sacerdote e o penitente, porque é apenas entre o Deus a Quem o confessor representa, e a ovelha humilde e arrependida. A comunidade não representa Deus, mas sim os sacerdotes ordenados para este fim. Este é mais um escândalo grave que simplesmente invalida o ato, e é sacrílego se a ele segue a Comunhão.

    Ou seja: descumpridas as formalidades fixadas pela Igreja, automaticamente as regras do neocatecumenato são invalidantes, são sacrílegas e se teimarem nisso incorrem em excomunhão automática. Eu nunca assisti a nenhuma das celebrações deles, mas tenho recebido muitas informações daqueles que as assistiram, participaram por tempos e depois debandaram de tal seita, porque perceberam a insídia de satanás posta nesta erva daninha. De fato, apenas uma conspiração muito bem urdida, de dentro do Vaticano, pode explicar tudo isso. Vejam esta mensagem abaixo, muito recente e bem a propósito, que saiu nos mesmos dias da notícia.

    Plano perverso, de dentro do Vaticano para destruir a Igreja Católica. Quarta-feira, 18/01/2012 @ 09:50 Hs. http://www.thewarningsecondcoming.com/virgin-mary-wicked-plan-within-the-vatican-to-destroy-the-catholic-church/

    Meu filho (Maria Divina Misericórdia), a perseverança é necessária por todos os filhos de Deus durante esse tempo de apostasia no mundo. Tão poucos acreditam em seu Criador divino, Meu Pai, Deus, o Altíssimo. Eles vão ver a verdade logo, mas muitos ainda argumentam que não há Deus. Muita oração é necessária, agora, crianças. O Santo Padre o Papa Bento XVI está sendo emparedado dentro daqueles corredores por uma seita maligna.

    Esta seita é conhecida e existe entre os servos sagrados dentro do Vaticano e os bons são impotentes contra esse grupo do mal que se infiltrou na Igreja Católica durante séculos. Eles são responsáveis ​​pela distorção da verdade e dos ensinamentos do meu Filho. Ainda pouco é conhecido sobre eles ou suas obras vis. Eles têm falseado a verdadeira doutrina da Igreja Católica e em seu lugar pregam uma versão morna, diluída e isso tem sido impingido à força para os católicos nos últimos 40 anos.


    Então, muita confusão tem sido disseminada por esta seita de ímpios, mas oculta, de meus filhos que se desviaram da verdadeira Igreja. Rezem para que eles não afastem o Santo padre. Orem para que o falso profeta não tome o lugar do Santo Padre, afim de que ele possa espalhar suas mentiras. Ore para que os servos sagrados no Vaticano sejam fortes o suficiente para resistirem a essa trama do mal projetada para destruir a Igreja Católica.


    Eles planejam substituir o Santo Vigário o Papa Bento XVI por um ditador de mentiras. Ele vai criar uma nova igreja em aliança com o anticristo e seu grupo, a fim de enganar o mundo. Infelizmente, muitos de meus filhos serão iludidos em sua fidelidade à fé católica, e seguirão cegamente a doutrina desta nova e falsa seita como cordeiros para o abate. Acordai crianças, para a verdade. Este plano ímpio mudou a autenticidade fundamental da doutrina católica ao longo dos anos.


    Vocês insultam Meu Filho, quando vão receber a Sagrada Eucaristia na mão. Isso foi o que vos ensinaram a fazer. Vocês insultam Meu Filho, quando vocês não procuram os sacramentos regulares. No entanto, aqueles nos quais você confia para fugir disso, já não garantem o seu bem-estar espiritual, porque eles não tornam os sacramentos disponíveis para todos. Meu filho, um grande mal, escondido por séculos nos corredores da Santa Sé em breve emergirá para o mundo ver. Os meus filhos que são cobertos com o Espírito Santo irão perceber a verdade, quando a mentira do perverso for apresentada ao mundo.


    Outros o seguirão cegamente por um beco escuro. Grande divisão irá surgir dentro das fileiras de sacerdotes, bispos, arcebispos e cardeais. Um lado contra o outro. Os verdadeiros discípulos terão que se esconder e pregar às ocultas, ou então serão mortos. Tão escondida será a verdadeira Igreja que os fiéis à verdade terão que se unir a fim de manterem a sua fidelidade ao meu Pai Eterno.


    A terra será sacudida em todos os cantos, causada pela ira de Meu Pai Celestial contra essa farsa. Meu filho, sozinhos vocês não podem vencer. Será pela fé e coragem dos remanescentes da fé cristã, que irá resultar a ruína desses impostores que serão destruídos para sempre. Aguardem agora e se preparem para quando a Igreja Católica anunciar essas mudanças. Então você vai saber a verdade do que eu lhe disse. Rezem, rezem, rezem pelo Papa Bento XVI e seus autênticos discípulos. Sua amada Mãe
    Mãe da Salvação!

    Compreende-se aqui não somente que se trata deste tal de mau caminho, mas toda a trama da segunda besta que existe dentro do Vaticano. Podem ter certeza de 1000% de que o Santo Padre não aprovou validamente o neocatecumenato, e que nunca a Igreja de Pedro o aprovará, porque o Céu jamais permitiria que a Igreja aprovasse aquilo que Deus condena. E que fulminará. De fato, a Santa Igreja tem tudo perfeito, na forma tradicional e eleita pelo Céu como verdade e por força do Espírito Santo. A Santa Missa já tem seu rito perfeito e eficaz, não precisa de outro, nem deve ser mudado. A Confissão tem seus caminhos únicos de perfeição, e nada disso requer modificação, menos ainda regra nova e desencaminhante.

    Assim, nestes tempos finais e tão confusos, devemos rezar muito para que o Espírito Santo nos faça compreender e viver a verdade, da verdadeira Igreja de Jesus, do verdadeiro e único Pedro, para que não venhamos a cair nas garras perversas dos inimigos de Deus. Como a mensagem acima prevê, milhares de católicos cegos acatarão as ordens dos inimigos de Deus, achando mesmo que a Igreja mudou e que são corretas as novas disposições. Este pessoal do neocatecumenato, pode nem mesmo liderar a besta, mas certamente tem apoio dela, e forte apoio porque destrói a Igreja, senão jamais seria levado adiante. Quem apoia o neocatecumenato dentro do Vaticano é a besta, jamais o Papa.

    Já por diversas vezes coloquei no site as considerações do Padre Enrico Zoffoli, sobre a falsa teologia de Kiko e Carmen. Só podem estar enfeitiçados os sacerdotes que não percebem os ardis que se ocultam por trás desta abominação, porque pretendendo voltar às origens da Igreja, na realidade busca destruí-la no que tem de mais santo e sagrado, embora a pompa do rito proposto, a vistosidade dos mantos, a fina estampa dos paramentos e a riqueza dos vasos. Isso na realidade funda-se apenas em apelos exteriores, e com certeza dessacraliza a Igreja, porque pretende sobrepor esta falsa pompa humana, ao rito sagrado e divino da Igreja de Sempre. E isso é abominável. Mostram uma capa santa, mas envolvem sacrilégios!

    E é condenável, porque na essência porque dentro das orientações substitutivas propostas, se esconde a destruição da Missa quando tira dela o sentido de Sacrifício, quando a transforma em mera ceia, quando alega que quem consagra não é o Sacerdote “in persona Christi” por obra do Espírito Santo, mas sim a tal “comunidade celebrante”, outro artífício humano e herético. Dependendo da intenção da celebração tudo concorre para que as celebrações neocatecumenais sejam sacrílegas e sequer ocorra o Mistério da Transubstanciação. Vejamos o porquê disso:

    Juízos doutrinários de Padre Enrico Zoffoli à “teologia” de Kiko- Carmem
    Relembrado tudo isso, eu posso declarar, contra a teologia de Kiko-Carmem:

    1° É falso que o homem, mesmo sofrendo as consequências do pecado original, não seja mais capaz de resistir ao mal e de fazer o bem: a sua liberdade e responsabilidade moral é indiscutível, contra o pessimismo luterano.
    2° É falso que o demônio, por mais malvado e insidioso que ele seja, possa dominar a vontade humana a ponto de constrangê-la ao pecado, pelo que a culpa não recaísse principalmente sobre o homem.
    3° É falso que o homem, com o socorro da graça, não possa nem deva lutar contra as próprias paixões, ou seja, esforçar-se por corrigir-se e tender positivamente à santidade de seu estado.
    4° É falso que uma verdadeira conversão comporte apenas o reconhecimento e a acusação dos próprios pecados com a esperança do perdão de Deus; e não exija, portanto, também, acontrição e o firme propósito de não pecar mais.
    5° É falso que a recuperação da graça não implique aquela «justificação» que, junto, é expiação do pecado, reconciliação com Deus e real regeneração da alma, que torna a gozar de sua amizade e merecer a vida eterna.
    6° É falso que o homem, pecando, não ofenda verdadeiramente a Deus e não seja por isso obrigado a expiar a sua culpa, satisfazendo um grave dever de justiça.
    7° É falso que Deus, exigindo tal satisfação mediante o sacrifício, seja «cruel»: Como é falso dizer que Ele não visa recuperar alguma coisa que o homem, pecando, Lhe tenha subtraído; como é falso que o homem pode prejudicar apenas a si mesmo, recusando o seu único Bem. É falso dizer que a «satisfação» a que o homem está obrigado consiste no reafirmar o absoluto primado de Deus e a radical dependência da criatura com relação a Ele. Somente assim ela dá a Deus aquilo que é de Deus, e a si aquilo que é seu. O dever da justiça coincide com o do respeito devido à verdade ontológica de Deus e do homem.
    8° É falso que a «religiosidade», fundada sobre a natureza e a razão, não seja um verdadeiro e digno culto devido a Deus qual Criador e Providência, e não seja por isso a legítima e obrigatória etapa a alcançar, necessária para que o homem chegue a adorar o «Deus vivo» da Revelação hebraico-cristã.
    9° É falso que, na Igreja Católica, o sacrifício seja um resíduo da mentalidade pagã. Ela seria isso somente se Deus, a quem se o oferece, fosse um ídolo qual era concebido pela mitologia clássica: ciumento e vingativo A lei mosaica prescrevia um «sacrifício de expiação» além de outros, que para celebrá-los Deus instituiu o «sacerdócio». Porque a Igreja não deveria tê-lo como supremo ato de culto?
    10° É falso e blasfemo afirmar que Jesus, Verbo encarnado, não tenha redimido a Humanidade pecadora, expiando as suas culpas com o Sacrifício da Cruz.
    11° É falso e ofensivo negar que Ele se tenha apresentado com o único e supremo Modelo de vida, e que a salvação seja possível somente para aqueles que se esforçam por imitar o seu exemplo.
    12° É falso ensinar que Jesus para continuar na terra a sua mediação salvífica e aplicar às futuras gerações os méritos de seu Sacrifício de expiação e redenção, não tenha instituído a Igrejacomo sociedade à  também hierárquica, ou seja visível e juridicamente organizada.
    13° É falso considerar que os poderes por Ele conferidos à Igreja não sejam fundados unicamente sobre o sacramento da Ordem Sacra, ou seja, sobre o sacerdócio ministerial,essencialmente distinto do sacerdócio comum a todos os batizados.
    14° É falso, sobretudo pensar que o mais sublime e caraterístico ato do culto católico não seja a celebração do Sacrifício eucarístico como renovação incruenta do único, perfeito e irripetível Sacrifício da Cruz. Somente morrendo Cristo redimiu o mundo, e não ressurgindo, como apenas pela participação em sua morte o homem pode merecer a vida da alma (= a graça) hoje, e, amanhã, a ressurreição da carne.
    15° É falso que a Missa não seja «O» sacrifício por excelência, mas que seja apenas um «banquete fraterno»; é inegável em vez que este — ou seja, a Comunhão eucarística — deriva seu significado próprio e a eficácia santificante da participação dos fiéis no Sacrifício de Cristo, representada na distinta consagração do pão e do vinho, feita no altar pelo sacerdote-ministro,não pela comunidade, cuja eventual ausência não torna inválida a celebração eucarística.
    16° É falso que a consagração do pão e do vinho limita-se a conferir a estes elementos um novo significado, deixando-os essencialmente imutáveis; de fato, a consagração torna aqueles elementos o Corpo e o Sangue de Cristo em virtude do prodígio absolutamente único da transubstanciação.
    17° É falso que, após a consagração, sobre o altar temos somente sinais do Corpo e do Sangue de Cristo, e não um e outro, verdadeiramente, realmente e substancialmente presentes, ou seja, a mesma Humanidade integral assumida pelo Verbo. Não adoramos “o sinal“, mas o Significado; não o “símbolo” de Cristo, mas a sua própria Pessoa divina.
    18° É falso que a Comunhão eucarística não exija a Confissão sacramental dos pecados mortais ou que, ainda, seja suficiente um ato de contrição perfeita para recebê-la dignamente…; e é também falso afirmar que não é o sacerdote-confessor, mas a comunidade que reconcilia o pecador com Deus.
    19° É falso que Deus perdoa e salva todos: perdoa somente a quem se arrepende de tê-lO ofendido; e se salva somente quem, correspondendo à sua graça, morre em paz com Ele. O infernoé realíssimo tanto quanto é possível a obstinação do pecador que morre no estado de impenitência final.
    20° É falso que não devemos imitar as virtudes de Cristo e tender à santidade, possíveis através do exercício de uma ascese, prática voluntária dos conselhos evangélicos. A purificação interior que a segue é indispensável para evitar o purgatório.

    Como podem perceber as proposições acima resultam em afirmar categoricamente que o “caminho” não é somente mau para a Igreja como leva as almas para a perdição eterna. Há nele uma mistura herética de protestantismo. Este conjunto de 20 afirmações, mais as formas que acima apontei e que me foram passadas por pessoas muito sérias, que perceberam em tempo que estavam indo contra a verdadeira Igreja, mostram que a batalha esta posta e a guerra é para breve. Podem ter certeza de que os bons bispos e padres santos jamais aceitarão o neocatecumenato, nem nada que lhe possa ser parecido. E se algum bispo ou sacerdote o aceitar, e viver, pode ter certeza de que, como guia cego, está levando suas ovelhas ao despenhadeiro. É desde La Sallete que Nossa Senhora nos advertia para esta guerra entre padres e bispos e o Santo padre.

    E ai daqueles que fazem isso de forma consciente. Dos que estão por trás disso, pois visa destruir a Igreja de Jesus, não revitalizá-la. Vejam que não se deve depreciar ninguém, nem discriminar uma pessoa pelo nome, mas pode algum “Kiko” qualquer ensinar ao mundo como Deus quer sua Igreja? Uma pessoa que é conhecida por um apelido depreciativo, só pode ser seguida por alguém que realmente deseja ridicularizar com a Igreja de Cristo. Falta agora que cheguem ao absurdo de canoniza-lo ainda vivo, porque é o que lhes resta fazer. Ademais, não é pelo fato de tal mau caminho estar já implantado em centenas de dioceses pelo mundo, ou de ter milhares de seguidores que ele seja automaticamente bom. Heresias houve já na história que levaram milhares ao arrastão infernal. E este é outro protestantismo disfarçado! E maligno, porque é câncer dentro da Igreja, não chaga fora dela!

    Tudo isso procuramos colocar, para que os amigos estejam alerta, tenham em sua mão o Catecismo de João Paulo II, ou aquele resumido de Bento XVI, e consultem-no sempre que tiverem dúvidas. Não aceitem a troca de sua Bíblia por outra, porque podem estar aceitando veneno. Não aceitem as tais apostilas deles! Cuidem a cada dia com mais acuidade e atenção, para o que dizem vir do Papa Bento XVI, porque tudo aquilo que não está no verdadeiro Catecismo, vem de satanás. Como a imensa maioria dos católicos sequer sabe que a Igreja tem seu Catecismo, fácil é perceber que as previsões sobre os seguidores do anticristo se cumprirão: a imensa maioria dos maus católicos o seguirá, até que o abismo os sufoque.

    Também quanto à Santa Missa e ao Santíssimo Sacramento, tenham todo cuidado, porque este é o alvo principal do demônio e seus seguidores humanos. Definitivamente NADA deve ser mudado na Missa! Definitivamente a Igreja de Pedro não estuda nenhuma alteração ao Rito atual, apenas visa manter o de sempre, sagrado e aprovado pelo Céu. A missa deles, assim, sequer é válida! Qualquer proposta nova, qualquer mudança na Missa, qualquer mínima alteração ao disposto no Missal, deve ser denunciada, porque às vezes num pequeno ardil, se esconde uma tremenda heresia.

    As palavras da consagração, Isto É Meu Corpo! Isto É um Sangue!, são a chave do Mistério. Se não forem pronunciadas não haverá o Milagre. Também o Sangue de Jesus é ali derramado pelaremissão dos pecados e não para alguma pretensa “reconciliação no amor”. Podem parecer frases bonitas, mas se tornam aqui demoníacas e, portanto, invalidantes e sacrílegas. Infelizmente, por medo, covardia, ou até mesmo por concordar, muitos sacerdotes acabarão por acatar as novas fórmulas, que podem agradar a muitos, mas que, sem dúvida, provocarão a divina, santa, eterna e justa ira de Deus Altíssimo.

    Cuidado, atenção! Muita oração, porque somente com Deus poderemos vencer, sem deixar-nos iludir pela lábia venenosa destes aliados do inferno. Eles estão conseguindo avançar muito sobre o Santo Padre e virá o dia em que Sua Santidade deverá abrir caminho para que eles finalmente implantem de todo suas heresias. Tanto a missa falsa deles poderá ser nos moldes vistosos – e venenosos – do caminho neocatecumenal, como poderá ser algum tipo de partilha feita em comunidade, quando todo o efeito sacrifical terá desaparecido, dando lugar a abominação desoladora predita pelo profeta Daniel, e mencionada por Jesus. Condenada pela verdadeira Igreja e pelo Céu!

    Enfim, como podem perceber, a empáfia deste mau caminho, é instalar como que uma nova igreja dentro da Igreja Católica, porque tudo o que eles fazem ou dizem é diferente do que está bem claro na Igreja. Se o Papa aprovasse de fato esta monstruosidade, teria de avalizar todos os conceitos malignos que eles defendem, conforme as constatações do Padre Zoffoli. Seria uma destruição da Doutrina da Igreja e sua transformação em uma espécie de novo protestantismo, porque aquilo que apenas “imita” a verdade, de fato é sempre uma farsa, uma mentira. É – neste caso -uma seita perniciosa!

    Compreenderam? Dado este passo, a besta pode EXIGIR que doravante todos sigam o mau caminho, alegando que esta foi a disposição do Santo Padre, quando isso é mentira. Podem exigir que todos os padres celebrem esta tal ceia de confraternização. Podem alegar que quem consagra é a comunidade não o Espírito Santo! Podem alegar que o povo é o Próprio Deus de si mesmo, pois perdoa seus pecados. Podem alegar que as pessoas são escravas naturais do pecado e que seja impossível vencê-los, mesmo com a ajuda de Deus. O que significa que todos podem pecar a vontade, basta que depois digam uns aos outros que cometeram tais e quantas faltas.  E assim, podem implantar na sua falsa igreja todas as heresias denunciadas pelo padre acima citado. E esta seria a igreja de satanás a todo vapor!

    Meus amigos, os tempos são difíceis! A besta chega para tomar a Igreja e tomar o mundo! Em todos os locais de aparição sérios surgem estas mensagens urgentes, de proximidade gritante dos acontecimentos finais. Tudo leva a crer que explodirá a crise a partir do surgimento da grande fera, porque o céu começará a dar passagem afim de que se cumpram as Escrituras. Terríveis tempos, e devemos a cada dia mais nos entregarmos à oração, para que todos nós tenhamos a fortaleza de manter a fé até o fim, para que sejamos achados dignos de povoar a Nova Terra.

    Nos próximos dias, eu presumo, deve sair alguma mensagem das “Linhas Vermelhas”, que explicará a entrada da fera. Temos de rezar pelo Cláudio para que ele possa cumprir a missão com fidelidade, porque algo incrível ainda se esconde por trás destas muitas linhas ainda não divulgadas. A paciência, porém, é uma virtude e temos que entender que Deus precisa alertar seu povo, mas também manter na incerteza o inimigo. Então muitas das coisas serão reveladas apenas a poucos dias dos acontecimentos, para que ele não tenha condições de reagir.

    Não há previsão de novos livros, apenas o dos sacerdotes que está em curso, e os do Cláudio ainda sem data. Pela mensagem do último cenáculo somos instados a acordar os que dormem, e são milhares ainda. Vamos então ao folder e aos livros, e sem medo, porque as datas se cumprirão no dia marcado, e assim teremos mais força para irmos avante nesta busca de despertar os povos que dormem e os pastores que sonham estirados na esperança da “misericórdia”, sem se darem conta da proximidade da Justiça.

    Enfim, rezemos pelos sacerdotes, bispos, e leigos que seguem este mau caminho, para que acordem antes que seja tarde. Ele é definitiva e implacavelmente um caminho condenado pelo Céu, e Jesus não terá complacência com os que persistirem até o fim nesta abominação. Que voltem para Pedro, humildemente, para a Santa Missa de sempre, para os Santos Sacramentos conforme Pedro determina, sem esta sanha pela novidade e de destruir o sagrado. Podem levar esta matéria aos que ainda participam, porque os meus amigos que já viveram isso atestam o quanto de mal ele lhes causou, inclusive perseguições posteriores e outros desgostos. E isso lhes dá atestado de seita e fundamentalista!

    Que Deus vos abençoe a todos! (Aarão)

    Fonte: www.recadosaarao.com.br/

    • jocoorea costa

      porque tanto ódio,muito jugamento,que faço isso e aquilo, da onde vem isso ?

    • http://www.amormariano.com.br Mateus

      Seu comentário, jocoorea costa, está sem nexo. Agora dizer que há ódio?!? Não sei se, exortar e falar a verdade, denunciando os erros e engôdos, pode se chamar de ódio! Sinceramente, não entendi o comentário.
      Que a paz de Jesus e o amor de Maria estejam com todos !!!

    • Jorge Costa

      Farisaismo absurdo.
      Este é o tipo de texto que incentiva à desunião em redor da igreja católica.
      O caminho neocatecumenal tal como todos os movimentos na igreja católica tem a sua dinamica própria. É sim um caminho de salvação tal como este. Um caminho que após o concilio Vaticano II trouxe de novo a dinâmica que se vivia na igreja primitiva onde haviam comunidades que viviam em comunhão fraterna. Todos os sinais estão sendo aprovados pelo Papa Bento VXI e já o tinham sido pelos anteriores 3 Papas. É reconhecida a fidelidade aos primeiros tempos da igreja. por isso surgiu o concilio Vaticano segundo, pois ao longo de 20 séculos a igreja tem sofrido uma descaracterização que a afasta do essencial: A verdadeira comunhão.
      Este texto sim, é digno de uma seita fundamentalista.
      Os ritos da igreja não foram sempre iguais. Estão em constante mutação e a prova disso são os vários concílios que já houve e haverá. O concilio Vaticano surge pela necessidade de levar a igreja à sua essência original. É UM PROCESSO QUE LEVARÁ MUITOS ANOS.
      Muitos movimentos irão surgir como resposta às necessidades vigente do ser humano.
      Martinho Lutero também tinha um raciocino parecido ao seu e pela sua sede de contestar o que estava à sua volta, acabou rompendo com a igreja católica. Provavelmente tinha razão em achar que a igreja estava desvirtuada pelas políticas e por papas que descristianizaram a igreja. No entanto nessa mesma altura surgiram muitos Santos e Santas de Deus, que em obediência e aceitação da vontade de Deus nas suas vidas, não contestaram a liberdade que Deus concede ao Homem e que por vezes o leva à perdição, e não voltaram as costas à Igreja Católica, Apostólica Romana, a Igreja do Deus verdadeiro.
      O julgamento não converte ninguém. O testemunho de Amor sim…tal como Maria fez.
      Paz

      • http://www.facebook.com/ataide7 Ataíde

        A Paz de Jesus e o Amor de Maria José Costa!

        Vamos la…

        Denunciar os erros e heresias de um Movimento não é “farisaismo” é Amor a ÚNICA IGREJA CATÓLICA APOSTÓLICA ROMANA! É inadmissível pessoas como “Kiko e Carmem” tentarem mudar a Igreja, ou como você diz “resgatar a Igreja Primitiva”… Aliás você é controverso no seu comentário.. diz que a Igreja (RITOS) vive em constante evolução (SUAS PALAVRAS:.Os ritos da igreja não foram sempre iguais. Estão em constante mutação ) e ao mesmo tempo diz que o caminho vem resgatar o passado (SUAS PALAVRAS:. Um caminho que após o concilio Vaticano II trouxe de novo a dinâmica que se vivia na igreja primitiva onde haviam comunidades que viviam em comunhão fraterna) (COMO É???)…

        Mais para que você não pense que somo os únicos “loucos” a falar disso vamos ao que nos afirma Padre Enrico Zoffoli sobre a “catequese” que é passada no caminho:

        Juízos doutrinários de Padre Enrico Zoffoli à “teologia” de Kiko- Carmem

        “Relembrado tudo isso, posso declarar, contra a teologia de Kiko-Carmem:

        1° É falso que o homem, mesmo sofrendo as conseqüências do pecado original, não seja mais capaz de resistir ao mal e de fazer o bem: a sua liberdade e responsabilidade moral é indiscutível, contra o pessimismo luterano.

        2° É falso que o demônio, por mais malvado e insidioso que ele seja, possa dominar a vontade humana a ponto de constrangê-la ao pecado, pelo que a culpa não recaísse principalmente sobre o homem.

        3° É falso que o homem, com o socorro da graça, não possa nem deva lutar contra as próprias paixões, ou seja esforçar-se por corrigir-se e tender positivamente à santidade de seu estado.

        4° É falso que uma verdadeira conversão comporte apenas o reconhescimento e a acusação dos próprios pecados com a esperança do perdão de Deus; e não exija, portanto, também, a contrição e o firme propósito de não pecar mais.

        5° É falso que a recuperação da graça não implique aquela «justificação» que, junto, é espiaçãio do pecado, reconciliação com Deus e real regeneração da alma, que torna a gozar de sua amizade e merecer a vida eterna.

        6° É falso que o homem, pecando, não ofenda verdadeiramente a Deus e não seja por isso obrigado a expiar a sua culpa, satisfazendo um grave dever de justiça.

        7° É falso que Deus, exigindo tal satisfação mediante o sacrifício, seja «cruel»: Como é falso dizer que Ele não visa recuperar alguma coisa que o homem, pecando, Lhe tenha subtraído; como é falso que o homem pode prejudicar apenas a si mesmo, recusando o seu único Bem. É falso dizer que a «satisfação» a que o homem está obrigado consiste no re-afirmar o absoluto primado de Deus e a radical dependência da criatura com relação a Ele. Somente assim ela dá a Deus aquilo que é de Deus, e a si aquilo que é seu. O dever da justiça coincide com o do respeito devido à verdade ontológica de Deus e do homem.

        8° É falso que la «religiosidade», fundada sobre a natureza e a razão, não seja um verdadeiro e digno culto devido a Deus qual Criador e Providência, e não seja por isso a legítima e obrigatória etapa a alcançar, necessária para que o homem chegue a adorar o «Deus vivo» da Revelação hebraica-cristã.

        9° É falso que, na Igreja Católica, o sacrifício seja um resíduo da mentalidade pagã. Ela seria isso somente se Deus, a quem se o oferece, fosse um ídolo qual era concepido pela mitologia clássica: ciumento e vingativo… A lei mosaica prescrevia um «sacrifício de expiação» além de outros, que para os celebrar Deus instituiu o «sacerdócio». Porque a Igreja não deveria tê-lo como supremo ato de culto?

        10° É falso e blasfemo afirmar que Jesus, Verbo encarnado, não tenha redemido a Humanidade pecadora, expiando as suas culpas com o Sacrifício da Cruz.

        11° É falso e ofensivo negar que Ele se tenha apresentado com o único e supremo Modelo de vida, e que a salvação seja possível somente para aqueles que se esforçam por imitar o seu exempio.

        12° É falso ensinar que Jesus para continuar nla terra a sua mediazção salvífica e aplicar às futuras gerações os méritos de seu Sacrifício de expiação e redenção, não tenha istituído a Igreja como sociedadeà também hierárquica, ou seja visível e juridicamente organizada.

        13° É falso considerar que os poderes por Ele conferidos à Igreja não sejam fundados unicamente sobre o sacramento da Ordem Sacra, ou seja, sobre o sacerdócio ministerial, essencialmente distinto do sacerdócio comum a todos os batizados.

        14° É falso sobretudo pensar que o mais sublime e caraterístico ato do culto católico não seja a celebração do sacrifício eucarístico como renovação incruenta do único, perfeito e irripetível Sacrifício da Cruz. Somente morrendo Cristo redimiu il mundo, e não ressurorgindo, como apenas pela participação em sua morte o homem pode merecer a vida da alma (= a graça) hoje, e, amanhã, a rssurreição da carne.

        15° É falso que a Missa não seja «O» sacrifício pr excelência, mas que seja apenas um «banquete fraterno»; é inegável em vez que este — ou seja, a Comunhão eucarística — deriva seu significato próprio e a eficácia santificante da partecipação dos fiéis no Sacrifício de Cristo, riepresentada na distinta consagraçãone do pão e do vinho, feita no altar pelo sacerdote-ministro, não pela comunidade, cuja eventual ausência não torna inválida la celebração eucarística.

        16° É falso que a consagração do pão e do vinho limitam-se a conferir a estes elementos um novo significado, deixando-os essencialmente imutáveis; de fato, a consagração torna aqueles elementos o Corpo e o Sangue de Cristo em virtude do prodígio absolutamnete único da transubstanciação.

        17° É falso que, após a consagração, sobre o altar teos somente sinais do Corpo e do Sangue deCristo, e não um e outro verdadeiramente, realmente e substancialmente presentes, ou seja, a mesma Humanidade integral assumida pelo Verbo. Não adoramos “o sinal”, mas o Significado; não o “símbolo” de Cristo, mas a sua própria Pessoa divina.

        18° É falso que a Comunhão eucarística não exija a Confissão sacramental dos pecados mortais ou que, ainda, seja suficiente um ato de contrição perfeita para recebê-la dignamente…; e é também falso afirmar que não é o sacerdote-confessor, mas a comunidade que reconcilia o pecador com Deus.

        19° É falso que Deus perdoa e salva todos: perdoa somente a quem se arrepende de tê-lo ofendido; e se salva somente quem, correspondendo à sua graça, morre em paz com Ele. O inferno é realíssimo tanto quanto é possível a obstinação do pecador que morre no estado de impenitência final.

        20° É falso que não devemos imitar as virtudes de Cristo e tender à santidade, possíveis através do exercício de uma ascese, prática voluntária dos conselhos evangélicos. A purificação interior que a segue é indispensável para evitar o purgatório.

        Se você acha que uma dessas afirmações do Padre Enrico Zoffoli faltam com a verdade você pode nos mostrar qual é a realidade.
        Digo mais, você poderia nos mostrar as apostilas secretas e misteriosas do caminho?? Lembrando que na Igreja católica NADA pode ser secreto, ainda mais em movimentos!!!

        Sobre os Papas que aprovam o movimento, quem garante que o que foi passado a eles foi a verdade??? Não podem eles ter sido enganados como já aconteceu outras vezes???

        Enfim não podemos aceitar um Movimento que depois de “comungar” dança, pula, pisa sobre as partículas que caíram no chão, isso porque já não acreditam na presença real de Jesus na Eucaristia!

    • Krystopher

      =(..

      É com muita tristeza que leio essas palavras!
      Só o que eu tenho aprendido nesse “tal de neocatecumenato” é o amor a Deus, amor a Maria, e obediência a igreja.. E isso tem REALMENTE salvo minha vida, mudado minha história.. E tenho presenciado realmente que não são palavras kikistas, mas o Espírito Santo que aí tem agido, porque se assim não fosse essa palavra não correria por toda a Terra sem ajuda da imprensa, apenas de catequeses, onde o Espírito Santo tem agido.. E com a certeza de que os verdadeiros profetas foram extremamente perseguidos por muitos sábios, que até Jesus Cristo, Deus foi perseguido pelo intelectuais de sua época é que aceito todas as palavras que aqui li… E que Deus esteja contigo, com seu amor infinito!!! Porque Ele te ama como a todos os seres humanos… E esse tolo Kerigma, como diz Paulo em suas cartas, é que tem salvo minha vida.. Deus me ama.. O que me falta? Esperar minha conversão Nele! Amém..
      A paz de Jesus Cristo esteja convosco!!!

      • http://www.facebook.com/ataide7 Ataíde

        A Paz de Jesus e o Amor de Maria Krystopher!

        Respeitamos sua opinião com muito amor.

        Mais continuaremos nosso apostolado combatendo as heresias dentro da Igreja Católica! E assim como nos ensina São João Maria Vianney – Devemos calcar com os pés o respeito humano (falso) quando se trata de combater as heresias!

        Pax

    • Anderson

      Realmente Ataíde, as pessoas de dentro da Igreja Católica são os piores problemas que a Igreja enfrenta neste mundo, mas graças a misecórdia de Deus, o amor de Jesus e a força do Espírito Santo ela sobreviveu há muitas perseguições. Continuará sendo perseguida e caluniada porque ela ensina a verdade!

      Agora veja só você, pessoa abençoada por Deus, culta, e fica desperdiçando sua força e seu tempo para criticar e caluniar algo que você não conhece. Digo isto com toda certeza, você não conhece o caminho neocatecumenal.
      Por conta destes desserviços que nos tempos atuais a Igreja Católica perde tantos fiéis…
      É uma guerra interna para ver que é mais “Santo”, quem é “melhor”…
      Use seu conhecimento, sua sabedoria, sua energia para promover o bem e para ensinar áqueles que não conhecem o verdadeiro Deus. Anuncie o nome de Jesus nesta terra que é tão carente, ajude o seu vizinho (será que você sabe o nome dos seus vizinhos?) tem tantas pessoas precisando de uma palavra neste momento…

      Mas aproveito também a oportunidade para lhe convidar a conhecer a verdade sobre o caminho neocatecumenal, e se quiser ver minha apostila “secreta”, livro de cantos/salmos, bíblia eu lhe mostro tudo… E te garanto que você vai se surpreender quando ver que todos estes “papéis” são iguais aos que eu acho que você usa, pois todos os materiais utilizados dentro da Igreja Católica Apostólica Romana são baseados nos textos bíblicos.

      Moro na rua atrás da Paroquia Santa Bernadette que fica na Avenida do Oratório, 4246 Vila IVG – São Paulo/SP, se você for de fora de São Paulo eu e minha família ficaremos muito felizes em recebê-lo em nossa humilde casa.

      A paz de Jesus Cristo esteja contigo

      • http://www.facebook.com/ataide7 Ataíde

        A Paz de Jesus e o Amor de Maria Anderson!

        Fico grato pelo seu convite e o aceito com todo prazer, no tempo oportuno se Deus assim permitir podemos nos encontrar para que você me mostre o que diz que eu não conheço sobre o Movimento Neocatecumenal… Não sou fechado a conversa e se eu estiver postando aqui algo que depois descubra estar errado terei humildade em pedir perdão e informar do meu erro, mais por hora ainda continuo com o mesma opinião acerca desse movimento, ainda mais quando se fala da Santa Missa (E JÁ VI COMO SÃO), mais se vc fala que não conheço certamente terei grande prazer e calma para ouvi-lo e mostrar-lhe também meu ponto de vista que é baseado no que a igreja pede através do documentos …

        Sou da cidade de Machado-MG fica a aproximadamente 400KM de SP, mais no momento não tenho condições de fazer-lhe uma visita. Proponho que conversemos no momento pela internet ou telefone, se tiver facebook me add: http://www.facebook.com/ataide7 e também pode me enviar e-mails para contatoamormariano@gmail.com que estarei respondendo.

        Salve Maria!

    • Hannah

      “O Caminho Neocatecumenal está espalhado pelo mundo inteiro.. Seu fundador, Kiko Argüello, sofreu e sofre as mesmas desconfianças que sofreram fundadores de comunidades, como São Josemaría Escrivá e Chiara Lubich.
      A maior parte da resistência às comunidades decorre de um lado, do tom demasiado relativista que parece nascer de suas células; de outro, e de modo surpreendente, de sua fidelidade a toda prova ao Evangelho. Assim, é possível ouvir de um sacerdote que ele não receberá uma comunidade neocatecumenal em sua paróquia por ser “radical demais”, enquanto outro negará a instalação da mesma comunidade pela razão inversa, por ser “moderna demais”. Não é curioso que o mesmo movimento gere preconceitos tão diversos. Em tudo permanece o Princípio de Gamaliel (cf. At 5, 34ss): urge evitar que, demasiadamente apegado às próprias opiniões, aconteça que guerreemos contra o próprio Deus, colocando-nos do lado dos seus inimigos.”

    • amormariano

      Irmã, A Paz!

      Não publicamos para evitar discussões desnecessárias, mais vou colocar o link correto para os que quiserem visualizar a resposta em vosso site http://donzeladarc.blogspot.com.br/2013/05/resposta-ao-texto-mau-caminho-do-amor.html

      Não vou entrar em discussão, que todo possam ler o artigo, as respostas que foram dadas anteriormente e fazer uma profunda reflexão, tirando assim suas conclusões.
      A única coisa que tem que ficar clara é que nós do site Amor Mariano, somos submissos ao Santo Padre (diferente do que foi escrito na resposta), amamos, seguimos e rezamos por TODOS os Papas (também os pós Concilio Vaticano II), não sei de onde tirou a ideia que para nós a Sucessão Petrina não começou ou terminou em Pio V e Pio XII…. Assim você é que nos julgou sem conhecer melhor nosso trabalho e o principal nosso AMOR AO PAPA!

      Vamos ler e entender a seguinte notícia; http://www.acidigital.com/noticia.php?id=23064

      Salve Maria

    • amormariano

      A paz Camila !

      Sabemos que, como nos diz o livro do Apocalipse, surgirá um lider religioso que irá contrariar as leis divinas. Um papa não pode sair contrariando os dogmas e determinações de outros papas, assim como Francisco tem feito, de maneira arbitrária, deliberada. Ele não tem esse “poder” e se assim agir o faz de maneira humana, sem assistência do Espírito Santo. Recomendamos a leitura e meditação com o texto: http://www.amormariano.com.br/igreja/quando-resistir-ao-papa-e-um-dever/

      Salve Maria