• As Virtudes e dons do Espírito Santo Data da Postagem: 2 fev 2013 | Autor: Ataíde | Comentários: 0 comentário
  • Print Friendly

    Amados irmãos, a Paz de Jesus e o Amor de Maria estejam convosco!

     

    Hoje quero falar com base na doutrina da Santa Igreja Católica sobre as virtudes e dons do Espírito Santo. Sabemos que nos dias em que vivemos onde o demônio vêm dominando todo o mundo e nos cercando por todos os lados o Espirito Santo de Deus nos consola, guia e da força nas lutas diárias contra as trevas, porque assim nos diz o Senhor :

     

    10. Finalmente, irmãos, fortalecei-vos no Senhor, pelo seu soberano poder.

    11. Revesti-vos da armadura de Deus, para que possais resistir às ciladas do demônio.

    12. Pois não é contra homens de carne e sangue que temos de lutar, mas contra os principados e potestades, contra os príncipes deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal (espalhadas) nos ares.

    13. Tomai, por tanto, a armadura de Deus, para que possais resistir nos dias maus e manter-vos inabaláveis no cumprimento do vosso dever.

    14. Ficai alerta, à cintura cingidos com a verdade, o corpo vestido com a couraça da justiça,

    15. e os pés calçados de prontidão para anunciar o Evangelho da paz.

    Efésios 6,10-15

    Somos revestidos com a armadura do Espirito Santo de Deus e munidos com os dons que nos são necessários, assim estaremos preparados para a batalha que não é contra homens e sim contra as potestades inimigas que furiosas e silenciosamente nos cercam e atacam.

    Para minha pesquisa utilizei como base o Pequeno Catecismo da Igreja Católica (Ajuda a Igreja que Sofre), a Sagrada Escritura e o  Catecismo da Igreja Católica (João Paulo II).

    Para iniciar gostaria de usar uma parte do Catecismo da Igreja Católica, para ser mais preciso o número 744 onde lemos: Na plenitude do tempo, o Espirito Santo realiza em Maria todas as preparações para a vinda de Cristo no Povo de Deus. Pela ação do Espírito Santo nela, o Pai dá ao mundo o Emanuel, “Deus-conosco” (Mt 1,23).

    Assim como o Espirito Santo realizou na Santíssima Virgem Maria as preparações para a primeira vinda de Jesus, Ele agora nos prepara para a segunda e Gloriosa vinda de Nosso Senhor. Acontece que nosso coração não é nem de longe puro como o da Virgem Maria e não chegamos nem aos pés da fidelidade da Mãe de Deus e Nossa.

    E é por isso que o Senhor Jesus já no alto da Cruz nos deu a Santíssima Virgem Maria por Mãe e intercessora e por ela conseguimos receber de uma maneira mais proveitosa e digna o Espirito Santo. Quem melhor pode nos mostrar como usar a armadura do Espirito Santo senão Aquela que é sua Digna e Fidelíssima Esposa?

    Para fundamentar essa questão recorro a São Luiz que nos afirma no Tratado da Verdadeira Devoção à Santíssima Virgem: “Foi pela Santíssima Virgem Maria que Jesus veio ao mundo pela primeira vez e é por Ela que Ele deve Reinar no Mundo” (número 1). E também em outra parte do mesmo tratado: “Ela O deu ao mundo a primeira vez, e também, da segunda, o fará resplandecer” (número 13).

    Assim nos unimos a Santíssima Virgem Maria clamando o Espirito Santo de Deus para que estejamos preparados para a batalha final que se aproxima.

    Vamos então falar sobre as virtudes do Espírito Santo de Deus:

    As virtudes teologais:

    1 – A fé

    Ato de fé: Meu Deus, creio firmemente em tudo o que revelastes e em tudo o que a Santa Igreja Católica me ensina, porque não podem enganar a mesmos e nem a mim.

    Nunca com nos dias de hoje nossa fé foi tão abalada por satanás que através de suas mentiras e heresias que tenta  –aos poucos e silenciosamente – implantar na Santa Igreja Católica. O inimigo de Deus vai aos poucos se infiltrando na Santa igreja sem que os fiéis percebam e fiquem cegos até ao ponto de defender heresias!

    2 – A esperança

    Ato de esperança: Meu Deus, espero em vós, porque sois onipotente, infinitamente misericordioso e fidelíssimo as vossas promessas.

    É por essa onipotência e misericórdia que colocamos toda a nossa Esperança!

    3 – A Caridade

    Ato de Caridade: Meu Deus, eu vos amo de todo o meu coração, porque sois infinitamente bom e por esse amor, amo ao próximo como a mim mesmo.

    A caridade é uma das maiores aramas que o Espirito Santo nos dá em nossos dias. Temos que olhar para todos e enxergar neles Cristo. Lembro aqui de uma história que o Sacerdote nos contou na homilia da Santa Missa do último domingo:

    Um estudioso/repórter foi passar alguns dias com Madre Teresa de Calcutá e um dia andando pela cidade, ele sentiu um mau cheiro que o fez quase vomitar, foi quando olhou para o chão e viu um homem que tinha uma inflamação terrível em sua pele que exalava um mal cheiro, algo tão insuportável que o homem teve que reclinar um pouco a cabeça pois estava passando mal. Quando voltou ao normal olhou para o lado e ao procurar a Madre não a viu do seu lado. Olhando para o chão Madre Teresa estava no chão com o enfermo no colo e beijando o machucado que exalava tão mal cheiro. Vendo isso o homem assustado perguntou a Madre como ela tinha coragem de fazer aquilo se com aquele mau cheiro não tinha como nem chegar perto do enfermo. A Madre respondeu: Faço isso porque não vejo um enfermo, um humano no chão.. Vejo o próprio Cristo.. Como não beijarei suas enfermidades?

    Assim devemos viver os nossos dias. Pois no fim dos tempos aqueles que não souberem amar, repartir e não forem caridosos sofreram infinitamente mais do que os outros.

    Os sete dons do Espirito Santo

    1 – Sabedoria

    2 – Inteligência

    3 – Conselho

    4 – Fortaleza

    5 – Ciência

    6 – Piedade

    7 – Temor de Deus

    Sem sombra de dúvidas em nossos dias temos que clamar usando da poderosa intercessão da Santíssima Virgem Maria por esses dons, pois vivemos em uma sociedade relativizada onde tudo é bom, onde tudo pode. O pior é que esse relativismo atingiu os membros da Santa Igreja de Cristo, e estamos em uma faze critica onde temos que fazer uso dos 7 dons do Espirito Santo de Deus.

    As Virtudes cardeais

    1 – Prudência

    2 – Justiça

    3 – Fortaleza

    4 – Temperança

     

    As sete obras corporais de misericórdia

    1 – Dar de comer a quem tem fome

    2 – Dar de beber a quem tem sede

    3 – Vestir os Nus

    4 – Dar pousada aos peregrinos

    5 – Auxiliar os enfermos

    6 – Visitar os presos

    7 – Enterrar os mortos

     

    As sete obras espirituais de misericórdia

    1 – Dar bom conselho

    2 – Ensinar os Ignorantes

    3 – Corrigir os que erram

    4 – Consolar os Tristes

    5 – Perdoar as injúrias

    6 – Suportar com paciência as fraquezas do nosso próximo

    7 – Rogar a Deus por vivos e Defuntos

     

    Os Conselhos evangélicos (Ou seja, o que o evangelho aconselha)

    1 – A pobreza (renúncia aos bens supérfluos)

    2 – A castidade no celibato, pelo Reino.

    3 – A obediência (Os membros que se consagram num Instituto Religioso comprometem-se a obedecer à Regra do seu Instituto)

     

    Os quatro últimos fins

    1 – A morte

    2 – O juízo

    3 – O inferno

    4 – O paraíso

    E assim finalizamos nosso estudo com base na rica doutrina Católica sobre os dons e virtudes do Espirito Santo. Devemos meditar detalhadamente e com calma cada um desses dons pois somos convidados a recebê-los e fazer uso dos mesmos para uma sociedade onde predomine o Amor de Deus e a Justiça, sem relativismo e outras armadilhas que satanás plantou no meio de nós.

    Salve Maria!

     

    Ataíde Alves Ferreira Neto – Indigno Escravo da Santíssima Virgem Maria.