Aborto Especial Geral

Proteste! Aborto, Blasfêmia e Sacrilégio na 31ª Bienal de Artes de São Paulo

Escrito por Mateus

Aborto

Reproduzo aqui no blog um artigo do site IPCO (Instituto Plínio Corrêa de Oliveira) que questões doutrinais e teologias a parte tem feito um grande trabalho no quesito defesa da fé e da vida!

Alguns dias atrás já falei rapidamente sobre o Sacrilégio na Bienal de Artes de São Paulo e agora venho com uma arma que apesar de pequena pode ser muito efetiva nesse combate.

O IPCO além de denunciar, colocar a cara a tapa, montaram 2 tipos de páginas fantásticas que facilita o nosso trabalho nesse protesto. Na primeira página nós podemos enviar um e-mail, já pré-montado pela equipe do IPCO para várias escolas de SP, pedindo que não levem as crianças e jovens à Bienal e explicando o motivo. A segunda tela tem o mesmo esquema só que com uma lista de contato dos Bispos, Sacerdotes e outras autoridades da Igreja, nesse pedindo para que se coloquem no seus lugares e entrem nessa briga assim como lhes é de dever como defensores que deveriam ser ( e não são) da fé católica. Nos dois casos conseguirmos fazer isso com apenas alguns cliques.

Bom, abaixo deixo o artigo que contem a explicação e os links para o protesto. Eu já enviei várias mensagens e vou continuar enviando ao longo da semana. Que todos que puderem façam o mesmo e também façam o possível para divulgar para o máximo de pessoas possível. Vamos mostrar a força dos Católicos em defesa contra esses abusos contra nossa fé!

Pax

Ataíde Maria

Fonte: http://acruzadafinal.blogspot.com.br/2014/10/proteste-aborto-blasfemia-e-sacrilegio.html

+++

É bem possível que seu filho, sobrinho ou neto venha a ser convidado pela escola, se já não o foi, a visitar a Bienal de Artes de São Paulo. É o que costuma ocorrer… Mas neste ano, o que ele verá?

Um conjunto escandaloso de blasfêmias e sacrilégios contra Nosso Senhor Jesus Cristo e a Santíssima Virgem, um incitamento à total legalização do aborto e uma promoção aberta do homossexualismo!

  • Proteste agora mesmo e envie sua mensagem aos diretores das escolas de São Paulo, pedindo que não promovam a excursão de seus alunos à 31ª Bienal de Artes de São Paulo!

Representantes do INSTITUTO PLINIO CORRÊA DE OLIVEIRA estiveram na Bienal para elaborar um documentário, e ficaram estarrecidos com o que viram:
bienal241 – A exposição “Errar de Deus” expõe a figura sagrada de Jesus Cristo crucificado sendo devorada por corvos.

2 – Na sequência, uma imagem de Nossa Senhora com o Menino Jesus toda coberta por baratas e escorpiões (foto ao lado).

3 – Adiante, uma serpente enroscada no corpo da Virgem Maria, com o claro intuito de inverter o conceito católico da Virgem esmagando a cabeça da serpente. (Gen 3, 15)

4 – A Santa Ceia dentro de uma frigideira, para ser fritada, e uma imagem de Nossa Senhora prestes a ser triturada por um ralador de cozinha.

5 – Ao final dessa exposição, os guias da Bienal orientam os visitantes a assinarem uma petição ao Papa Francisco, pedindo a “abolição total do inferno”. A maioria dos visitantes nem a lê, e assina sem perceber que o abaixo-assinado é promovido pelo CIHABAPAI (Clube dos Ímpios, Hereges, Apóstatas, Blasfemos, Ateus, Pagãos, Agnósticos e Infiéis). Seu filho ou parente será convidado a assinar esse pedido unindo-se a tal clube!
bienal16
6 – Uma exposição chamada “Espaço para Abortar” inclui vários “úteros” gigantes. O objetivo é que as mulheres entrem neles e gravem “testemunhos” de “experiências”, advogando a legalização do aborto no Brasil! (Cfr. El Pais, 4/9/14)

7 – Há também “a sala chamada ‘Deus é [palavra impublicável]’, com obras que subvertem ícones católicos, como uma Virgem barbada” (Folha de S. Paulo, 6/9/14). A mesma sala “registra corpos andrógenos e relações homoeróticas em frente a imagens religiosas como a Virgem de Guadalupe” (OESP 31/8/14).

8 – Ainda na mesma exposição, a obra Casa particular, que de acordo com o site oficial da Bienal, “encena a última ceia de Jesus com seus discípulos em um dos prostíbulos da rua San Camilo, em Santiago [do Chile]. Nessa ação, uma das prostitutas, sentada no centro da mesa, assume o duplo papel de Cristo e de Pinochet, dizendo (…), depois de oferecer pão e vinho: ‘este é meu corpo, este é meu sangue’” (Cfr.http://app.31bienal.org.br/pt/single/1110).

9 – “O peruano Giuseppe Campuzano e seu ‘Museu Travesti do Peru’, que inclui uma Nossa Senhora de traços masculinos” (El Pais, 4/9/14), na exposição “Linha do Tempo” (foto acima).

10 – Uma das exposições disponibiliza cartões postais comemorativos da quebra de igrejas, imagens e conventos pelos comunistas, durante a guerra civil espanhola (1936-39).

bienal11

* * *

Pablo Lafuente, um dos curadores da Bienal, afirmou: “Esperamos que essa seja uma caixa de ressonância da sociedade e também uma oportunidade de abraçar uma força artística transformadora” (El Pais, 4/9/14). Em outras palavras, querem transformar nossa mentalidade e a de nossos filhos, e conduzir-nos a uma sociedade em que o aborto, a imoralidade e a injúria a Deus se tornem comuns…

Brasileiros, podemos ficar indiferentes diante desse arsenal de blasfêmias, em exposição de 6 de setembro a 7 de dezembro de 2014?

bienal09

Podemos deixar Nosso Senhor e sua Santíssima Mãe serem ofendidos desse modo? Podemos deixar que as escolas, a pretexto de “educação artística”, levem nossos jovens e crianças para assistir essas e outras ofensas à fé e à moral?
Blasfêmia não é arte, não é “liberdade de expressão”: blasfêmia é um grave desrespeito ao 2º Mandamento da Lei de Deus!

Fonte do artigo: ipco.org.br

 

Sobre o autor

Mateus

  • Fredufrj Silva

    Não se pode cogitar sobre a licitude do ato de expressar-se, se este mesmo ato não se funda no belo, no reto, na verdade, no justo e em tudo o que nos remete à sacralidade. Toda manifestação verdadeiramente artística não pode ser assim considerada se, por um desgraçado desvio de finalidade, de desvincula da verdade metafísica e ontológica que sempre deve representar e expressar. Logo, para que a criatura humana se manifeste artisticamente e, por conseguinte, postule para tal manifestação o reconhecido do status de “liberdade de expressão”, há que se prestar obrigatoriamente ao Criador – fonte de toda beleza – as devidas homenagens em reconhecimento às Suas perfeições.

    A 31ª bienal de artes de são paulo (escrevi em letras minúsculas por razões óbvias!) representa o produto fino e acabado da dissolução irreversível da capacidade humana de apreciar o belo e o sagrado.